quinta-feira, junho 22, 2017

Ouviporaí


"A realidade é uma criação compartilhada"

Pierre Lévy

segunda-feira, novembro 14, 2016

Sobre um inverno distante


Eu não te entendo mais
a distância já nos destraduziu
tua língua já não me é nativa
teu abraço já não me envolve

O frio impera
o toque que poderia aquecer
simplesmente
não pode ser

É um caminho novo
daqueles que a gente anda
cuidando cada passo
pra não cair

Se nem (noss)os dias de sol podem ser quentes
nos resta esse inverno de abandono

sexta-feira, outubro 28, 2016

Sobre contemplar (2)


Ela está imersa

Passa devagar
a tampa da caneta
nos lábios

O corpo inteiro
ajuda naquele movimento
contínuo
repetitivo
incansável

Seria um atentado
quebrar esse momento

sexta-feira, outubro 21, 2016

Sobre o descanso


É, em todos os sentidos, mover-se para outro ritmo. Não fugir do cotidiano, mas apenas ignorá-lo. Quando eu voltar pra casa espero encontrar a rotina dormindo, desmoralizada.

sexta-feira, outubro 14, 2016

Sobre as escolhas


A escolha é a menor parcela divisível do amor. Consiste nisso a irracionalidade do amor cego, pois quando alguém está apaixonado, deixa de considerar a importância das demais opções por só ter olhos a(o) amada(o). Por outro lado, a não-escolha é a menor parcela da indiferença, que é o contrário do amor (e não o ódio, como o senso comum prega). Invariavelmente, uma escolha gera consequências. Ninguém se livra disso e nem das interpretações diferentes de cada pessoa, de cada um dos lados da escolha.

sexta-feira, outubro 07, 2016

#036

Hai-Kai me disse oi,
me disse tchau e me disse mais,
mas não posso contar

quinta-feira, outubro 06, 2016

#037

Hai-Kai

não resume,
essencializa!

quarta-feira, outubro 05, 2016

#038

fica (não) dito

que isso
(não) tem fim

terça-feira, outubro 04, 2016

#039

vírgula 

separa 
exemplos

segunda-feira, outubro 03, 2016

#040

Não vote em mim
você é do não
eu sou do sim

sexta-feira, setembro 30, 2016

Sobre odiar essa música!


Isso sempre volta. Esse ar de inacabado. De embrulhar o estômago. Daí a vida empurra mais uma dose goela abaixo. A gente toma. Fazer o que? Nossa trilha em comum, eu quebro com o fone de ouvido. Emudeça!

sexta-feira, setembro 23, 2016

sobre contemplar


eu queria um cantinho
pra ficar bem quietinho

só te observando
existir

sexta-feira, setembro 09, 2016

Ouviporaí!


"A gente só aprende, quando pergunta"

Robert Schank

segunda-feira, agosto 22, 2016

bem-estar


bem-me-quer
bem-estar
bem aqui

segunda-feira, agosto 15, 2016

mal-me-quer


bem-me-quer
mal-me-quer
bem-estar
mal-estar

bem,
quero estar
ao lado teu
nem que mal
nem que bem

segunda-feira, agosto 08, 2016

bem-querer


bem-querer
bem-estar
querer estar
bem do teu lado

não é sobre estar
porque estar é pleno
cheio
completo

é sobre não-estar
quando estar é sonho
vazio
metade

sexta-feira, janeiro 01, 2016

Inauguração


Daqui há pouco, vou pra fora inaugurar um novo lugar dentro de mim. Estou pronto, me dei conta agora que meu corpo se prepara há dias, como se já soubesse. Ou sabia? Se sabia, porque não me disse?

domingo, junho 07, 2015

(sem título)


A periférica ligada
mas não vá se enganar
tudo que vem, volta
mas pra outro lugar.

domingo, janeiro 25, 2015

Sobre a mentira


Verdade seja dita
e de tão bem dita
incita meu desconfio
de que a bendita
não tenha nenhum fio
daquilo que deveria ter.

sábado, julho 13, 2013

#041

Hai-Kai perfeito
Tudo no lugar
Só falta falar

sexta-feira, julho 12, 2013

#042

E ficou comprovado
Que o pior dos enganados
É o que se deixou enganar

quinta-feira, julho 11, 2013

#043

Jogo esse jogo
Ganho, perco
Começo de novo

quarta-feira, julho 10, 2013

#044

Um dia tive porque,
hoje, sem dúvidas,
é melhor sem você

terça-feira, julho 09, 2013

#045

É tão proibido
que chega a
fazer sentido

quarta-feira, maio 22, 2013

Sobre engolir


A verdade é que ninguém quer saber. Ninguém liga para as coisas dos outros. Cada pessoa é um mundo de possibilidades engolidas pelo próprio umbigo. Um umbigo negro.

terça-feira, outubro 16, 2012

Sobre o eco


Tem escolhas que reverberam muito mais do que parecia inicialmente.

sexta-feira, janeiro 13, 2012

Sobre o melhor de mim


Ela vai voltar e eu não escrevi nenhuma carta. Não sinto nenhum cheiro de urgência no ar. As coisas já se dividiram, se separaram. Jã não faz mais sentido pra mim. Talvez tenha sido trabalho da minha cabeça, que o melhor que faz é esquecer.

quarta-feira, dezembro 28, 2011

Sobre a noite inteira


Eu podia ter saído mais cedo. E ela também. Preferimos ficar. E assim foi. Sem combinações ou antecipações, ser por ser. É fácil te falar e ouvir. A noite passou e conforme estrávamos um no outro, perdíamos o caminho de volta. Não há volta. Há o próximo passo. Na mesma direção ou não. Por outro lado, éramos dois conversando em meio a multidão. E só isso.

sexta-feira, dezembro 09, 2011

Sobre um desses dias no ônibus


Bom mesmo é quando isso mexe com a gente. Eram preconceitos até agora a pouco. Tem uma arte oculta nisso tudo. Como se fosse uma música que conduz a conversa e o raciocínio. Tem um treino, um jogo de equipe também. O pensamento começa de um lado e acaba no outro, já alterado. Próxima fase. Sem vergonha de arriscar. É tanta certeza que nem dá pra desconfiar do improvável. Assim se deixa o ambiente.

O cara da poltrona de trás deve estar de saco cheio das nossas divagações e a menina do lado comenta que algum bicho me mordeu. E foi. É o processo.

terça-feira, novembro 22, 2011

Sobre suas orelhas redondas


Foi o relance e uma decisão, você parou pra me encontrar. No abraço já dá pra sentir quando tem algo além do abraço. No teu sorriso eu encontro as respostas pras perguntas que ainda não fiz. Todos os sinais nos remetem a anos atrás e posso ver nós dois abraçados esperando o táxi no final da festa. Você vestida de Minnie, usando o meu casaco e eu batendo queixo. Foi aquela, única e nossa noite.